A experiência de ter vivido numa residência universitária

maio 14, 2018

Estamos em Maio, um mês tão nostálgico para mim. Há 3 anos atrás, estava a terminar a minha licenciatura, a relembrar todos os momentos maravilhosos que, esta fase da minha vida me proporcionou. Estava a aproveitar os últimos momentos com os meus amigos pois, sabíamos que depois de terminar o curso teríamos todos um rumo diferente e, assim aconteceu. 
No entanto, fico nostálgica também porque, faz 3 anos que me separei da minha 2º família, a família RUAS. Para quem não sabe, durante a minha licenciatura vivi numa residência universitária. Por causa disso, decidi fazer um post a partilhar toda a minha experiência enquanto moradora. Se trocaria a residência por uma casa "normal"? Nunca!
Assim, vou-vos contar tudo o que aprendi e vivi com esta minha estadia.


Dividir quarto- Ao inicio estava com muito receio de partilhar quarto. Não conhecermos a pessoa que vai estar sempre a 1 ou 2 metros de nós pode não ser fácil, para muitas pessoas mas, até nisso tive sorte. A minha colega de quarto foi uma excelente companheira e, não podia ter feito melhor trabalho ao aturar-me (risos). Foram muitas horas de conversa, desabafos, risos e potes de nutella. A ti, só tenho a agradecer!


Convivência- Nunca teria vivido num local com tantas pessoas se não tivesse morado na residência.  Para além de ter conhecido pessoas de diferentes faculdades e cursos, convivi muito com estudantes de Erasmus, dando-nos assim, a oportunidade de partilhar conhecimentos, culturas e, a melhor parte: ter amizades espalhadas pelo mundo. 




Comida- Este é um ponto muito negativo das residências (pelo menos na minha). Só havia 2 frigoríficos para cada ala e uma arca. Escusado será dizer que, muitas vezes a nossa comida desaparecia. No entanto, tem o seu lado positivo: tinha sempre muitas pessoas a quem pedir algo "emprestado" para cozinhar. 

Família- Foi a melhor coisa que a minha residência me deu - uma família. Nunca deixávamos que faltasse nada uns aos outros e éramos unidos, muitos unidos. Partilhávamos tudo: comida, histórias, tristezas, tudo. Aprendi da melhor forma que, podemos realmente ter uma família que não seja de sangue. Aprendi a viver com tantas personalidades diferentes mas, tão cativantes ao mesmo tempo. Eles são sem dúvida alguma, amigos para a vida toda e, eu tenho um enorme orgulho neles e nas pessoas que se tornaram! 



Festas- A minha residência tinha uma comissão de moradores que, organizava ao longo do ano actividades, passeios e festas. Como podem ver, animação foi algo que nunca faltou na minha estadia pela RUAS (Residência Universitária Alfredo de Sousa)





Obrigada RUAS. 
Sejam felizes, xoxo - A Maria do Mar 🐚

You Might Also Like

14 comentários

  1. Como fiquei no Porto, nunca passei por uma experiência destas. No entanto, e apesar de agradecer todos os dias o facto de ter ficado na minha cidade, era algo que gostava de experimentar, porque acho que se aprende imenso :)
    Obrigada por esta partilha!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma experiência que se leva para a vida e nos faz crescer de uma forma inexplicável :D
      Obrigada eu, por me acompanhares.
      Um beijinho ♥

      Eliminar
  2. Já dividi casa, mas não era residência. Adorei as fotos, são mesmo momentos que não nos vamos esquecer!

    Obrigada pela partilha!
    Um beijinho*

    https://www.healthyfoodandme.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade Sara, são recordações que nunca quero perder :)
      Um beijinho Sarinha ♥

      Eliminar
  3. Por acaso nunca tive essa oportunidade, mas creio que é uma experiência única! :D

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É sim Martinha :D é uma forma de crescermos e ver o mundo com outros olhos.
      Um beijinho

      Eliminar
  4. Eu partilho casa e não trocava por nada, porque preservo imenso a minha privacidade e sabe mesmo bem ter um quartinho só para mim quando o dia correu menos bem. No entanto, acredito que não seja menos divertido, longe disso, porque como disseste acabas por conhecer imensa gente e nota-se pelas fotos que foi uma experiência fantástica :)
    Aprende-se muito ao viver "sozinho" e o importante é isso, a aprendizagem e as memórias que levamos destes anos maravilhosos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depois de me licenciar mudei de cidade para fazer a pós-graduação que tanto queria e aí dividi casa e também foi muito, muito divertido. No entanto, acho que são experiências totalmente diferentes :D
      Um beijinho Mary ♥

      Eliminar
  5. O bom é que puderam conviver com vários colegas, não se torna de todo uma experiência enfadonha. Adoramos as fotos! Não tinhamos conhecimento de que em Portugal haviam iniciativas destas (visto que geralmente, só encontramos algo assim nos países estrangeiros). Obrigada por partilhares a tua experiência. Beijinhos

    www.dezoito.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não trocaria esta experiência por nada! Ainda bem que gostaste Dezoito :D
      Um beijinho

      Eliminar
  6. Boa :D Foi por essa mesma razão que acabei por dar outras opções de recheio :)

    Como estudei na universidade da minha cidade, acabei por não sair daqui :) No entanto, convivo com pessoas que vivem em residenciais e que gostam muito. É um ambiente totalmente diferente onde, como tu dizes, se acaba por aprender muita coisa :)


    NEW TIPS POST | ONLINE VERSION: 3 BASIC TIPS TO SET THE FOUNDATION TONE :O
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade Miguel. No entanto, aposto que também aproveitas-te muito bem, toda a experiência que a universidade nos proporciona :D
      Um beijinho

      Eliminar
  7. A vida universitária é das melhores fases e das maiores aprendizagens que temos na vida, e passa a correr :D
    Beijinho *

    https://w-m-mind.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar

Subscribe