Só mais um bocado da eternidade que merecemos

setembro 04, 2017

Como todos sabem, e eu sei, e nós sabemos, infelizmente que não vivemos no país das maravilhas ou no céu fabuloso onde não há problemas, nem brigas, nem invenções, apenas amor e paz, seres humanos racionais nus a passear mas sendo felizes na mesma, lembrando assim como toda a história da humanidade começou, como a beleza sempre despertou interesse nos sexos opostos, como o desejo sempre houve ou como em todos os contos da Disney todos os finais têm contos de fadas e há sempre uma personagem marcante, um amigo especial, que nos protege sempre incondicionalmente quer estejamos certos ou errados, alguém que nos limpa as lágrimas ou nem sequer as deixa cair, alguém que tem o melhor abraço de todos, um amigos que nos faça sentirmo-nos sempre bem a seu lado, que nos dê confiança para enfrentar o mundo, a sociedade em que habitamos. Precisei de ti por seres o meu Super-Homem (sim, e volto a escrever Super-homem, com letras maiúsculas como tu sempre foste na minha vida, grande) naquela altura, por seres o melhor amigo de todos, o melhor rapaz que eu vi a passar para o melhor homem de sempre, rijo, com objectivos e determinações. Eu gosto de pessoas assim, determinadas, que sabem o que querem da vida, que sabem o que os faz feliz, que sabem que têm que lutar pela sua felicidade, que dão valor quando têm e não somente quando perdem. Gosto de pessoas que me façam arrepiar e não que me deixem sem sensações, sem saber o que é sentir umas borboletas na barriga, um tremelico nas mãos suadas e frias ao mesmo tempo. Faltava-me um homem que me fizesse acreditar na inocência de certos indivíduos, que me fizesse acreditar que nem todas as pessoas são iguais, que apesar de tudo todos erram, todos merecem uma oportunidade e quisá uma segunda oportunidade.

Faltam-me palavras para dizer-te o que sinto, faltam-me palavras para demonstrar o quanto maravilhoso tu és, faltam-me palavras para te agradecer tudo o que tens feito por mim. Por vezes penso em como será o futuro, o que será que o futuro nos reserva: pergunto-me se o destino nos cruzou as nossas linhas por muito tempo ou não. Não sei como te tornaste tão importante em meros meses de luta, não sei como foste um verdadeiro lutador para não teres desistido de mim ao primeiro obstáculo. Resta-nos uma memória do passado, uma memória que é um turbilhão de emoções, um jardim de momentos lindos que queremos sempre recordar, são recordações que mais ninguém terá acesso a não ser a nossa própria memória e, quem sabe um dia, quando não tivermos mais tempo para tentar recordar, o nosso inconsciente simplesmente trará à nossa visão imagens lindas de nós abraçados, de nós aos beijos ou a fazer amor simplesmente, que te vão aumentar o ritmo cardíaco, ao saberes que essas imagens, essas recordações, fui eu que te as ajudei a criar.

Não quero um amor homogéneo, quero um amor heterogéneo de todos os outros, de todos os outros com que nos cruzamos constantemente pela sociedade, sociedade que não dá valor a ninguém como eu te dou a ti. Sinto um calor estranho quando me aproximo de ti, sinto um fervor a entrar-me pelo aparelho respiratório, deixando-me em fogo por ti, desejando-te de todas as formas, maneiras e feitios. É uma paixão avassaladora, uma paixão que me consome por dentro de felicidade, uma paixão como eu nunca tive antes, não vou mentir que não te desejo todos os dias porque te desejo, não vou mentir que todos os teus beijos, como nos contos de fadas, me fazem sonhar com uma vida a teu lado, uma vida que espero ter muitos anos pela frente, anos esses que dê para acabarmos com todas as posições do livro do kamasutra. 

De todas as semanas em que estivemos separados, de todos os dias, de todas as horas, de todos os minutos e até mesmo segundos, o que me  fez e faz nunca desistir de ti é saber que é contigo que quero pintar esta tela que comecei há algum tempo atrás, saber que tenho sempre um artista e desenhador de felicidade ao meu lado. Eu sinto que o amor, todo ele tem uma cor e um sabor, quero ter esse paladar e essa visão por muito tempo. E quando me dizes que merecia melhor ou mesmo quando te rebaixas a ti mesmo, talvez por baixa auto-estima ou mesmo pelo passado pesado e sofrido que tiveste e pensares que haverá sempre alguém melhor que tu, reflecte no que te digo sempre, o que conta é o interior da pessoa, lembra-te da tua infância, do exemplo que a Disney dá a todas as crianças no filme a bela e o monstro, onde o que importa foi o interior do monstro, a personalidade forte deste, o seu toque, o seu pêlo, o seu sentimento, nada é mais bonito que isto, e a prova disso é que até mesmo esse monstro teve o final mais bonito de todos, e conseguiu pôr milhares de pessoas a sorrir. Tu para mim és a melhor pessoa à face da terra, se um dia casarmos ou não, se tivermos filhos ou não, sei que vais ser um orgulho tanto para a tua mulher e para os teus filhos, um homem protector, um sonhador, conquistador. Tu para mim és como montanhista, percorres temperaturas baixas, tempestades e até mesmo avalanches para chegares ao cimo e lembra-te sempre, só eu sei o que é melhor para mim, e o melhor para mim és tu.

De todo o tempo que nos conhecemos não mudaria um único sorriso teu, essa tua ondulação de cabelo e esse teu jeito vaidoso de te veres constantemente ao espelho para veres se gostas do que vês, não mudaria esse teu jeito atrapalhado para a cozinha, o teu maravilhoso jeito para escolher filmes, o teu lado feminino a falar sempre que tens que te preparar para saíres de casa ou até mesmo quando perdes nas nossas guerras de almofadas, não mudaria rigorosamente nada mesmo não sendo perfeito é o que me faz feliz, me faz sentir viva, me faz sentir num ecossistema de sensações.

Não quero mentiras, nem falsidades, quero amor puro e felicidade.

Sejam felizes, xoxo - A Maria do Mar 🐚 

You Might Also Like

0 comentários

Subscribe